Páginas

Minhas Aventuras

"After climbing a great hill, one only finds there are many more hills to climb"
Nelson Mandela

terça-feira, 17 de maio de 2011

FAAP Student Cup


Desde o início do ano eu e a Martha falávamos sobre irmos juntas pro FAAP Eco Adventure 2011 e nos aventurarmos na mesma equipe. Seria no mínimo divertido.
Mas como o Eco 2010 foi no 2• semestre (era para ser no Chile no começo do ano e por causa do terremoto passou para Costa Rica em Outubro) e não houve tempo para organizar algo padrão Eco* em 2011, este ano ganhou uma edição doFAAP Student Cup, um evento também de grandes porporções mas de menor duração (um final de semana) realizado no Broa Golf Resort – Itirapina – SP.
Broa
Represa do Broa - Broa Golf Resort
*O “padrão Eco” é um evento que:
  • Acontece em um grande resort que tem que ter condições de hospedar e alimentar mais de 120 atletas, sendo que as meninas comem como meninos e meninos comem como ogrinhos;
  • Tem de 3 a 4 dias de duração;
  • Leva os atletas para conhecer a região e competir em diversas modalidades, buscando sempre propor algo novo. Ex: Rafting e Stand Up na Costa Rica;
  • Tem apoio, parcerias e fornecedores locais;
  • etc etc etc…


Stand Up
Stand Up Paddle na Costa Rica
O Student Cup, diferente do Eco que é uma grande competição, contou com várias provas “individuais”: golf, tênis, vôlei de praia, wakeboard, paintball e a grande esperada corrida de aventura 50k. Todas as provas tiveram uma premiação bacana em dinheiro até o terceiro lugar, sendo que a da corrida de aventura foi até o sexto colocado!
Mesmo sabendo que seria um evento muito bacana, eu e a Má decidimos não ir. O investimento era alto para um final de semana e eu ainda tinha outras preocupações: o calendário das provas de aventura está apertado em maio e junho, sem contar com a meia do Rio em Julho. Cada prova de aventura (além do investimento inscrição, transporte e hospedagem) = 2 semanas a menos de treino dedicado a corrida que é = a adeus 1h45/50 nos 21k. Isso tudo sem contar com as chances de se machucar etc etc.
Só que… o Chris, meu grande parceiro da Lebreiros, me ligou na quarta-feira véspera da prova me pedindo um favorzinho: a menina que ia correr na equipe dele teve um imprevisto e eles precisavam de mim… A equipe dele era o Allan Panza e o Bruno Valeriano. Foi um pedido quase inegável. Se eu falasse não, iam os três ficar muito frustrados, principalmente o Chris que só falava dessa prova há 2 meses (e quem o conhece sabe o quanto ele fala… rsrsrsrs).


treino
Vivi e Chris
Bom, eu fui! E daí em diante foi uma série de surpresas gostosas… minhas roomates sensacionais, a Jaque e a Michelle, parceiras de cortar caminho pela grama mesmo arrumadinhas de sapatinho bonito! Nossa chegada em terceiro lugar, que acabou nos rendendo o segundo lugar por causa de uma penalização sofrida pela equipe que tinha chegado na nossa frente; meu primeiro lugar no campeonato feminino de wake!!! (sim, dá pra acreditar?? kkk); mas principalmente a oportunidade de correr ao lado de pessoas tão experientes num dia tão bonito num clima tão gostoso. Nós aproveitamos muito. Fomos com o simples objetivo de dar nosso melhor e saimos com o segundo lugar! Não tem como não abrir um sorrisão…
A prova
Largou as 5h30 de bike do centro de Itirapina. Caçamos vários PC’s no escuro, as quatro primeiras equipes grudadas, pedalando ao lado do trilho do trem, terra úmida, muita força, Chris e Bruno navegando, o dia amanhece, neblina, eu perco meu segundo cateye em prova, de dia, fico sem fôlego em uma subida, recupero meu fôlego, pedalamos forte por vários kms, os meninos me empurram em algumas subidas, não perdemos as outras equipes de vista, voltamos ao ponto de largada e trocamos de modalidade. Começamos o trekking junto com os Skafs, corremos até acabar a cidade, cruzamos a linha do trem, terra fofa, reflorestamento, trilhas, nos perdemos, nos achamos, pc, corremos forte e chegamos na represa para primeira perna de caiaque em quarto lugar. Eu e Allan remamos junto os 4k, me surpreendo com aquele lugar – casas grandonas na beira da represa, silêncio, neblina, sol… muito bonito. Alcançamos a margem e partimos para outra perna de bike. Bastante navegação e estratégia, os PC’s são virtuais, um pc tava faltando, seguimos num caminho nada provável no que mais parecia o grande pulo do gato, a equipe do Hadi nos alcança e começamos a segunda perna de caiaque rumo ao rapel juntos disputando o segundo lugar. Chris e Allan voam pro rapel (não pude ir porque nunca fiz e provavelmente perderia tempo… queria muito fazer!). Eu e Bruno esperamos. Os meninos voltam e partimos para a terceira e mais longa perna de caiaque rumo ao pórtico em terceiro lugar. Fazemos muita força para nos distanciarmos o máximo dos Skafs que já estavam chegando do rapel. Mantemos um bom ritmo, dessa vez eu com o Bruno (legítimo Iron Man). Ele me deu vários toques, foi difícil pra mim, num tenho técnica e fazia muito mais força do que necessário. Mas deu… quando encostamos o caiaque na margem eu não segurei e dei um berro. Nos abraçamos e trotamos até a linha de chegada… as equipes nos aplaudiram e nos comprimentamos! Muito legal…
Chegada:
1 lugar: Pedro Vianna, Marcão, André Lemmi e Michelle
2 lugar: Igor, Hadi, Rafa Niro e Marina
3 lugar: Allan, Bruno, Chris e eu!
Colocação oficial:
1 lugar: Pedro Vianna, Marcão, André Lemmi e Michelle
2 lugar: Allan, Bruno, Chris e eu!
3 lugar: Igor, Hadi, Rafa Niro e Marina
Resumindo, a prova foi muito dinâmica e exigiu mais do que força física: navegação, estratégia, ritmo, foco e sorte.
Valeu equipe!!!

OBS: O VÍDEO DO STUDENT CUP JÁ FICOU PRONTO, AQUI

Nenhum comentário:

Postar um comentário