Páginas

Minhas Aventuras

"After climbing a great hill, one only finds there are many more hills to climb"
Nelson Mandela

quinta-feira, 1 de setembro de 2011

HAKA MTB 2011

Fico até com vergonha de fazer esse post só agora mas é que o Haka MTB foi uma experiência tão intensa, rica, cheia de coisas pra contar, lotada de histórias e etc que toda vez que eu pensava em escrever sobre ela eu pensava em um livro! E aí fui postergando o feito até hoje.

O motivo deu estar fazendo isso agora é porque quero contar do GP Ravelli 3ª Etapa que fiz neste domingo passado mas como tudo é processo, num podia pular a parte em que eu fiz uma prova inesquecível de 4 dias na qual vi a Pedra do Baú de todos os ângulos! Né?

Então... vou resumir. O HAKA MTB 2011 aconteceu do dia 23 a 26 de Junho em de São Bento do Sapucaí e cidades adjacentes (Gonçalves, Campos de Jordão, Sapucaí Mirim, Luminosa e outras). Cidadesinha deliciosa, interiorana e turística. Tinha ótimas opções de restaurante, tanto massa (o Gepeto) quanto várias opções de buffet e pizza.

Quem preferiu não gastar com pousada pode se alojar na base da prova, que era um campo de futebol com vestiário e estacionamento. Também havia uma estrutura de alimentação orgânica super em conta. Então era só armar sua barraca e se perdesse a hora ia acordar com o barulho dos atletas animados chegando ao local.

A largada do primeiro e último dia foi nesse campo de futebol. Do segundo foi em Campos de Jordão (dá-lhe Zig-Zag) e do terceiro em Golçalves (osh dia difícil viu).

Ao total foram 220km em 4 dias (45, 75, 65 e 40k). Nem sei qto que deu de ascensão... foi muito!

Ano que vem estarei lá de novo COM CERTEZA! Irei comemorar meu 1 ano de muito treino e paixão declarada ao esporte.

Sobre minha dupla: o plano inicial era ir com o Chris em dupla mista, mas ele pegou uma virose chata na véspera e convencemos a Lisandra (aka TRATORA, rs) para ir comigo de dupla feminina. E o Chris foi dar o apoio fundamental.

Meu receio era que eu "segurasse" a Lis, ela é muito mais forte que eu, já treina há mto tempo e eu só começando. Se ela fosse solo poderia disputar as primeiras colocações! Mãas, ela insistiu que não faria e nem queria fazer solo e que ir comigo estava de bom tamanho. Yupiiiiii :) Obs: a Lis está em primeiro lugar de dupla mista do RBCA com o Zédu!!!

Consequêncis: a Lis pode descansar algumas horas, enquanto eu subia atrás dela, hehe. E foi incrível. Amei ter essa oportunidade e ela se tornou uma inspiração pra mim! Obrigada Lis!

E o Chris que passava com o som do carro ligado na minha música favorita nas piores pirambas, foi essencial tb, valeu Chris!
Christian, nosso apoio!
Vamos às fotos com comentários:

O primeiro dia contou com três loooongas subidas e uma descida hiper técnica no final, cheia de pedras e muito inclinada. O carro do Chris, nosso apoio, que é 4x4 ficou sem freio!!! No asfalto, na reta final, sabíamos que estávamos chegando, mas esperávamos o pórtico e não essa plaquinha no sinal de curva! A gente quase passou reto... ainda bem que o moço da planilha deu uns berros pra gente parar! kkk Foi quando ficamos sabendo que éramos líderes em nossa categoria!!!
Altimetria 1º dia
Chegada dia 1
Á noite recebemos a toquinha amarela de líderes da categoria (dupla feminina). A outra dupla era a Bia e a Elenita da Selva.
Toquinha amarela - líderes da categoria!
O segundo dia de prova largou de Campos de Jordão. Chegamos lá, demos uma corridinha pré prova pra esquentar um pouco e largamos para a diversão. Ficaríamos felizes se mantivessemos uma vantagem sobre a outra dupla feminina então a estratégia do dia era tentar mantê-las ao nosso alcance.

Logo na largada entramos num single, ficou ruim por causa do tráfego de bikes. Se um para todo mundo para. Mas fomos indo. Eu cometi um pequeno deslise que me rendeu um super tombo (já tínhamos saído do single e eu perdi o controle da bike num mato molhado). Como ainda estava embolado, perdemos várias posições, as meninas passaram a gente e eu tive que arrumar a corrente que soltou toda. Logo em seguida quase atropelei meu óculos novinho, outra coisa que me fez ter que parar. Mas foi só isso passar que voltou a concentração 100% na prova com a Lis sempre puxando o ritmo na frente.

Tanto eu quanto ela temos/tínhamos pouca experiência em single e fomos com muita cautela depois do famoso zig zag. É um trecho difícil, são facões, mtas vezes não tem nem espaço pro pedal, tem que ir na mira! haha Levei incontáveis tombos mas não desisti, sempre tentando encontrar o jeito certo e a técnica.

Conseguimos chegar mais um pouco na frente das meninas e mantivemos o direito de pedalar com a toquinha amarela. 
Altimetria do 2º dia - Campos de Jordão p/ S. B. Sapucaí
Chegada dia 2
A largada do terceiro dia foi em Gonçalves. Num dava pra acreditar que já estávamos na segunda metade da prova!!! Começa a dar uma sensação de maturidade, mas por outro cada dia é um dia, tudo pode acontecer, então FOCO!

Ah, não posso deixar de mencionar: a gente arranjou quem fizesse massagem! Foi life saver! Fizemos no segundo e no terceiro dia à tarde. Isso ajudou muito na recuperação (que é fundamental em uma prova de estágios...).

Esse dia foi o mais duro, não era o mais longo mas olha só a subida que nos esperava no final... ela simplesmente não acabava nunca. Meu líquido acabou, tive que beber do dela, o calor pegou um pouco, mas logo nos deparamos com um ponto de hidratação com gatorade geladésimo maravilhoso. E aí seguimos para finalizar mais um dia maravilhoso de pedal em parceria e matendo nossa liderança!
Altimetria do 3º dia
Chegada dia 3
(A única coisa ruim da toca amarela é que na largada as pessoas te olham como se vc fosse um alvo né! haha e a gente tão inofensiva poxavida...)

Sinceramente, eu estava acabada no quarto dia. Mas olhando ao redor, percebi que estar lá por si só já era maravilhoso. Fazia um mês apenas que eu estava treinando bike pra valer. Poxa vida, olha que incrível... Sem contar que devia ter no máximo 30% das pessoas que começaram. Muita gente ficou pelo caminho... Era então o dia para fechar com chave de ouro, aproveitar muito porque com certeza essa prova ia deixar saudades.

Logo no começo veio uma piramba e percebi que meu ritmo e o da Elenita estavam praticamente idênticos. A Bia e a Lis tb estavam sincrônicas mais a frente. Foi só chegar mais uma piramba que começamos a tagarelar.... praquê??? Foi assim do começo ao fim!!! hahaha TOP! Ah, e descobri que a Bia tb gosta de cantar... Auuuuuuuuuuu auiauauaeeeee Rei Leão bombou na nossa playlist gogó. Não poderia ter sido melhor, fechamos a prova em quarteto femininos numa super "vibe" gostosa.
Altimetria do 4º dia
Quarteto feminino!
Na reta final, quando já dava pra ver o pórtico, a gente gritava "Aha Uhu, o pódio é nosso!!" e era mesmo!

Enfim, claro que tem muito mais coisa pra contar, muito mais detalhes, histórias, acontecimentos, sentimentos, sofrimentos, tombos, vistas etc... mas pra cá já tá de bom tamanho né? O resto eu conto ao vivo!

Fuuui.

2 comentários:

  1. Ola Viviane, Parabéns pelo BLOG.

    Muito bacana o post. Esse ano estarei la com certeza !

    Beijos !

    Diego !!!
    http://gestaoenegociosdoesporte.blogspot.com

    ResponderExcluir