Páginas

Minhas Aventuras

"After climbing a great hill, one only finds there are many more hills to climb"
Nelson Mandela

quinta-feira, 25 de outubro de 2012

Minha próxima aventura: Adventure Camp - Equipe Kailash Legionárias Adri Nascimento

Yes! O quarteto feminino das garotas super-poderosas Kailash Legionárias Adri Nascimento estará presente na 3ª etapa do Adventure Camp em São Sebastião (praia da Baleia) no dia 2/12 para 50km de pura aventura!

Claro que nos sairíamos super bem se fossem pedalinhos no lugar de ducks, mas quem é legionário cumpre missão dada e nós venceremos o trecho de remo! Nem que tenha que bater perna e empurrar a nado!

Quasar Lontra que se cuide, nós temos um objetivo!

Equipe:

Leginária Farrapa-Mãe ADRIANA NASCIMENTO


Legionária Farrapa CARLA MARZULLO


Legionária Farrapa GRAZIELA TAKAY


Legionária Farrapa-Caçulete eu, VIVIANE FAVERY


Você não vai ficar fora dessa né? Vai ser a maior e melhor comemoração de fim de ano!!


3ª Etapa Adventure CAMP
1 e 2 de dezembro - São Sebastião 2012 - Praia da Baleia
www.adventurecamp.com.br
Telefone: (11) 3721-5654

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Hey, what's going on?

Estou literalmente cantando aquela música "What's going oooonn" (7 melhores da Jovem Pan de.. 94?). Tá, pra ajudar:


O que se passa?

Corrida era meu esporte favorito e eu passei os últimos 6 meses apenas pedalando e contando aos meus amigos bikers como eu amava correr e que esse era meu esporte base, como eu tinha feito meias no ano passado e corro desde os 15. Até que.... bem, parece que as coisas mudaram.

Como contei a vocês, voltei a correr. Daqui 5 semanas vou enfrentar o Adventure Camp (ih, contei!) e para isso estou treinando.

E dando minhas voltinhas gostosas (há controvérsias) pelo Parque do Ibirapuera me pego perguntando a mim mesma "mas era isso mesmo que eu achava o máximo"?

Correr até o portão e encostar a mão.
Seguir para o próximo portão e encostar a mão.
Aumentar o caminho com a volta na praça, cuidado com o chão irregular, aumentar a velo na subidinha, voltar pra volta rumo praça do porquinho, bater a mão no portão, seguir pra completar a volta, de preferência abaixo de 5:30 o km no esforço leve-moderado.

É, me parece que depois que você se descobre fanfarrona, farrapa e estriquinada em cima de uma bicicleta, essa brincadeira do parque perde a graça e a gente quer mais!

Essa me surpreendeu.
Brutalizou, sô!

segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Snowboarding VS. Mountain Biking

Random thought:

Snowboarding and mountain biking can be very similar... 

The bliss, the downhill, the wind on your face, the wilderness, the trails, the obstacles, the whole body aligned to spontaneous unplanned moves projected by your soul, the mountains... oh, the mountains. And the infinity of the mountain range. Both of them remind me of our nature, of how little we are, and how we must play, seriously.

"We must feel the moment, looking at where we are going, caring not to miss the whole view in front of us".


sexta-feira, 19 de outubro de 2012

Meu próximo desafio [com a Kailash]

Entrei na onda da promoção da Kailash e vou compartilhar aqui o meu próximo desafio! Yeah!

Vou dar umas dicas...

1) Envolve voltar a andar com os pés no chão (aai, isso dói!)

2) Envolve uma equipe de 4 mulheres legionárias super-poderosas

3) Envolve essas 4 mulheres seguindo o rastro de muitos marmanjos (e outros marmanjos seguindo seus rastros). Traduzindo: envolve navegação.

4) Envolve essas 4 mulheres tentando andar em linha reta em um kaiaque (querendo que fosse um pedalinho).

Any guesses?

Tá fáaaacil hein!

Mais uma dica: daqui 6 semanas.

1ª corrida desde o ECO ADVENTURE em Pucón, em Maio. Oouch.

terça-feira, 9 de outubro de 2012

Turismo na Espanha - Tiendas de Bici, Cidades em Festa e Pedal em Girona

Após o Caminho de Santiago de Compostela, tirei as merecidas férias... com as bikes despachadas pra Madrid (destino final), pude viajar tranquila com minha mini bagagem. 

Minha mala/bolsa era um saco de supermercado. Aí na lojinha do aeroporto encontrei uma eco-bag super fofa que me acompanhou pelos dias seguintes. Sacola de supermercado nãaaao dá.

Fui pra Barcelona, sempre quis conhecer! E o roteiro turístico era baseado nas lojas de bike. O destino do dia era loja tal, aí almoçávamos lá perto e conhecíamos as redondezas! Perfeito!

Fiquei encantadíssima com a Sagrada Família! Que lugar... que espírito! Uma obra de arte...

Casa Batlo
Casa Batlo
Sagrada Família
Sagrada Família
Altar - Sagrada Família
Vitrais - Sagrada Família
Reservamos um dia para visitar uma loja conceito da Specialized, que fica em um bairro afastado de Barça, chamado Sant Cugat del Vallés. É um outro município. 

Sem saber, quando chegamos lá descobrimos que a cidade estava em dia de festa (Fiesta Mayor - dia da cidade) e nenhum comércio estava aberto. Boooooooo. Aproveitamos para conhecer o local, o Monastério e os restaurantes bonitinhos. Acabou que o programa foi ótimo!


Rua enfeitada em Sant Cugat

 
Crianças fazendo arte e seus pais na praça ao lado do Monastério de San Cugat
Restaurante delicioso em San Cugat - RECOMENDO!

Na volta para Barcelona vi uma placa escrito GIRONA, 100km.
WHAT??? Cuma??
Sim amigos ciclistas que dividem essa paixão comigo, Girona, o local onde os profissionais vivem durante uma parte do ano para treinar fica há exatos 100km de Barcelona!!! Dá pra acreditar? É! O lugar onde o Lance morou, ele e Hincapie no mesmo prédio. Hamilton, toda Garmin, a Radio Shack e por aí vai. A GALEEERA!

Não pensamos nem duas vezes, dia seguinte estávamos nós de ecobag-e-cunha rumo Girona.

Chegando lá foi só colocar no GPS: Tiendas de Bici.

A loja principal da cidade nos decepcionou, mas os donos foram muito legais e nos ajudaram.

Seguimos para o centro histórico e aos poucos fomos percebendo que aquele lugar tinha história. Ô se tinha! Parte da muralha ainda estava intacta e depois de fazer o check in num hotel muito simpático, caminhamos por essa muralha e assistir o pôr do sol. Reconhecimento de percurso!

Já apaixonei. Quero morar lá! E a catedral de Girona então... nem se fale!! Breath taking!

É uma cidade gourmet, os restaurantes são super originais, cada um com seu conceito. Comemos muuuito bem (mas muito mesmo) nos dois dias e 1/2 que passamos lá.

Para fechar com chave de ouro essa visita à Girona, fizemos um pedal de 80km com o Jaume da Bike Cat. Ele compra as bikes usadas dos profissas e aluga junto com todo passeio que ele programa e guia. Uma experiência única!

Eu pedalei na bike do Brasileiro Murilo Fischer!!!! Top!!!

Ele nos levou na volta do Hincapie. Ela inclui uma passagem por um Chateaux que Dali comprou para sua esposa, por um campo de girassóis, por pueblos tão charmosos que eu ficava sem palavras e depois por uma subida de 6km, onde os prós fazem o "GLP" (Giro Leve no Plano) deles.

SENSACIONAL!!!

Um momento marcante foi quando um atleta da Radio Shack nos passou. Os meninos tentaram acompanhá-lo, mas não conseguiram ficar nem 30s no rítmo GLP dele. Hehe. Eu assisti ele ficando pequenininho subida acima.

Um dia inesquecível!!! Aliás, uma viagem inesquecível. O descompromisso com um planejamento nos presenteou com muitos momentos marcantes.









Na subida do Hincapie
Olha aí o atleta da RSNT!!!

Lojas de bike Barcelona
Probike
Tomas Domingo
Specialized Concept Store

terça-feira, 2 de outubro de 2012

Brasil Ride - vídeo das etapas

A equipe de foto e vídeo da Brasil Ride fez um trabalho incrível na cobertura do evento.
Aqui estão os vídeos de cada etapa que assistíamos à noite depois da premiação.

Prólogo



2ª Etapa


3ª Etapa



4ª Etapa



5ª Etapa



6ª Etapa



7ª Etapa

segunda-feira, 1 de outubro de 2012

Brasil Ride - stage 7 - Aleluia, final day!

Antes de falar dessa etapa preciso contar pra vcs sobre o garoto japones Yamamoto. Ele é o campeao de XC Ninja Samurai Nissan Sansei e é o maior Mister Simpatia da história do mountain bike! Ele fala um pouquinho de inglês e ganhou o amor de todos com seu jeito sorridente, bem humorado e super do bem. O Mario Roma (idealizador da Brasil Ride) o entrevistou no palco num dos dias e a cada frase a gente entrava em delírio rindo e gritando o nome dele. Yamamoto, Yamamoto, Yamamoto!

Dupla Daniel Carneiro e Yamamoto na chegada da Brasil Ride 2012
Essa introdução foi pra vcs entenderem a emoção da largada do ultimo dia.
Começamos com 15km de asfalto e todos estavam ali para derramar as ultimas gotas de suor existentes. Era pra gastar todo qualquer resto de energia remanescente no último fio de cabelo.
Estavamos muito concentrados, tentando não perder a roda, prestando atenção nos movimentos bruscos do pelotão, olhando pra onde ia o concorrente, analisando cada respiração e cuidando com os perigos daquela situação.
Eis que, de repente, a velocidade do 1• pelotao diminui bem, permitindo que o nosso chegsse neles. Grudamos. Parecemos uma colméia gigante de ciclistas. Bzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz
E quando percebemos, no meio desse forte barulho dos pneus girando numa cadência firme e constante, um burburinho grave vindo la da frente começa a surgir..... e nos alcança como fortes ondas de energia. Aos poucos começo a ouvir melhor o que está acontecendo... TODOS GRITAM: YAMAMOTO, YAMAMOTO, YAMAMOTO, YAMAMOTO, YAMAMOTO, YAMAMOTO!!!!!
Fala sério!!! Inacreditável!!!! Brasileiros de 21 estados e ciclistas de 9 paises, etre eles República Tcheca, Romênia, Argentina, Espanha, Holanda, Portugal, Alemanha, Suiça, e por aí vai... todos ovacionando o campeão japonês Kohei Yamamoto. QUE DEMAIS!!!
Me diz se esse japa vai querer voltar pra casa depois dessa!!! (e das caipirinhas do Mario Roma!), foi simplesmente demais! Que legal!

Anyways.. voltando pro meu relato da última etapa, convém dividir que eu larguei com minha busina rosa de vendedor de algodão doce yeah!!! E sim, fiz uso dela durante a prova (quando deu, pq foi TENSO!).

Olha a buzinola aí
A 7a e ultima etapa da Brasil Ride 2012 consistia em um percurso de 58km com 5 trechos de single track, sendo 4 deles o prólogo. Largávamos para o asfalto, estradão com areião, single com downhill, cruzava estrada, single animalesco plano e fluido super 10, estradão socação mór sem cow ribs mas com muitas erosões perigosas e tensas, asfalto de volta até iniciarmos todo prólogo que fizemos no 1º dia.

Saímos colados nos Suiços e conseguimos deixá-los pra tráz quando o percuso começou a ficar técnico (areião) e a partir daí cada segundo contava. Nossa, foi duro! Eu estava cansada desse clima de competição, por mim combinávamos todos de andar juntos, como no final do Tour du France. Champagne, abraços, sorrisos. Mas não, lá o bixo tava pegando, era pra encarar o negócio na brutalidade, sem "joao clebismo" como dizem nossos amigos mineiros. E assim foi.

Chegamos no prólogo com os portugas e com a Dedé e o Beto. A Gantuá estava ali com a gente tb. Ficamos juntos por um trecho. No penúltimo single do prólogo a Dedé e o Beto abriram de nós (eu ainda me enrosco um pouco nessas partes) mas conseguimos passar 2 equipes. No asfalto chegamos nos Romenos e fizemos a última subida com eles, entramos juntos no último single. Mas eu já não tinha mais forças, não conseguia mais puxar a bike para vencer as pedras, meu ombro já estava pedindo arrego pelo tombo do segundo dia. Como diz nossos amigos Super e Men, "é o que temos".

Enquanto o Xuxa zerava o final do single eu desci cautelosamente dando passagem para os prós. Agora sim faltava pouco, agora sim eu estava empolgada, essa brincadeira estava no final, finalmente!!! Pedalamos forte para a linha de chegada - mas não sem antes sofrer nos metros finais naquela pedra história do centro de Mucugê (aaarg).

Nesse interim ainda ouvi do Xuxa: "vai logo que tá contando tempo". hahahaha quase dei um chute pro lado. tsc tsc...

Cruzamos a linha, acaboooooou!!!!!!!!


Acabou cacilda!!!!!! Wehiiiiiiiii
Over!

Ficamos em 6º lugar na colocação final de duplas mistas e em 55º na geral, um resultado fantástico!!!

Foram 34h56min55s de prova!

Ah, aí vai uma referência pra vcs, os Portugueses Luis Pinto e Thiago (fofos!) ganharam a Brasil Ride com 23h24. Okay? Deu pra entender o ritmo da galera profissa?

Bom, ainda estou digerindo toda experiência para poder dividir aqui o que está se passando. Por enquanto posso dizer que é uma mistura de exaustão e cansaço com sensação de realização, felicidade, maturidade e consistência.


Agradeço ao meu anjo Santiago que protegeu nós dois e nossos amigos. Ninguém se machucou feio e todos estão voltando pra casa com muita história pra contar.

Agradeço aos meus pais e avós que me apoiam e acompanham tudo. Aos amigos (ciclistas e não ciclistas) que torcem, à queridíssima treinadora Adriana Nascimento que dispensa comentários e aos apoiadores Kailash, Gorgeous, Caçula de Pneus e GU/Honey Stinger (nossa fonte oficial de energia!).

Também agradeço à toda galera do apoio da Shimano que me ajudou a cuidar da minha filha para que nós pudessemos ser uma dupla imbatível! Valeu Shimano Team!!!

Enfim, estamos todos aliviados de voltar pra casa.

Xuxa, Adri, Dani, Men, Man, Junior, Gusmão,  Lica, Su, Arthur, Grazi, Alexa, Telma, Paulão, Carlinha, Pedrito, Danny, Paulo, Marcos e Pajé, vencemos pessoal! Parabéns pra nós!!

Agora faz favor de assistirem a novela para termos assunto no GLP (giro leve no plano) de amanhã na USP, OKAY? Well, you know...
rsrs
FUI!