Páginas

Minhas Aventuras

"After climbing a great hill, one only finds there are many more hills to climb"
Nelson Mandela

terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

Relato Tour de los Andes 2013 - PARTE 1


O mais legal de viajar para uma prova com a minha treinadora é que eu fui obrigada a reconhecer minhas caçulisses... Elas incluem: 

1) Levar bronca da comissária de bordo por estar tirando foto das cordilheiras durante o pouso 

 

2) Acabar com a energia do hotel tentando plugar um benjamim quebrado na tomada 

3) Preparar a bebida isotônica na noite anterior achando que estaria agilizando alguma coisa (isso se faz o mais próximo possível da prova..) 

4) e o prêmio Caçulisse 2013: sair para a última etapa do Tour sem capa de chuva só porque dizem que lá é verão, mesmo quando tudo indica o oposto... Montanhas cheias de neve, vento acima de 60km/h e temperatura na casa dos 0•C. OK? (Conto desse episódio mais pra frente).

Vista do hotel: Cerro Catedral com neve no topo
Mas o que aprendi de verdade é que as minhas "caçulisses" tem pouco a ver com minhas atrapalhadas... e tudo a ver com a minha forma de direcionar o pensamento, agir e, assim, de estar no esporte.

Muitos podem pensar que o mais legal de correr em dupla com a Dri é a força e o potencial da equipe em termos de performance. 

Claro que isso também, quem é competitivo sabe o quanto é bom ganhar! Mas não é por aí..

Tê-la como parceira nesse desafio foi um banho de aprendizagem, de auto conhecimento e controle. Lições para toda vida, coisas muito mais importantes do que vencer a corrida.

Durante 2012 investi nos treinos, me dediquei, levantei dos tombos focada em corrigir os erros, estive disposta a abrir a cabeça e perder o medo...

Ganhei técnica e força, mas faltava saber utilizar tudo isso com sabedoria e maturidade.

Procurei nessa experiência com a Dri a consistência: descobrir qual é meu ritmo, o que é e como é ser inteligente no esporte.
Largada 1ª etapa
Foram 3 etapas/dias de prova, ou seja, 3 oportunidades novas de colocar em prática as lições da teacher.

Largada 2ª etapa
A cada dia me senti melhor, mais realizada e com a sensação de estar no caminho certo.
Fui me dando conta de que ser inteligente é ser eficiente. Coisa tão óbvia... tão difícil de praticar...

Chegada Cerro Catedral
Entendi que ser eficiente significa poder extrair o melhor do esporte. É estar inteiro e leve.

Começo e final da prova em Cerro Catedral - Bariloche
E apesar do cansaço, foi como me senti ao longo dos três dias, cada vez mais inteira... e apesar da comilança, eu era pura leveza.

Cerro Catedral - subida do 1º dia
Foi fantástico sentir as mudanças dentro de mim durante cada etapa, os sentimentos encaixando-se no lugar certo, a razão agindo com sentido, sabedoria.
Não gostamos de ser turistas, gostamos de ser bikers.
Ver meu foco guiar meus gestos, minha visão, a respiração, a escolha..
Momento inesquecível, emocionante.
Na verdade, o aprendizado continua. Celebro essa conquista consciente de que tem muito mais pela frente...
Pódium DAMAS
Teacher, Caçulona, bruxa mãe, monstra: MUITO OBRIGADA!!!

Esse meu sentimento de gratidão me lembra o que senti quando cheguei na Catedral de Santiago de Compostela...

Brasileiras vitoriosas
E agradeço também a todos que nos acompanharam, torceram, mandaram mensagens, curtiram, comentaram, mandaram boas energias... OBRIGADA PESSOAL!

Brasileiras vitoriosas e felizes
Aguardem, em breve publico o relato completo da prova com mais imagens e boas histórias. :-)

RELATO
vídeo pré viagem
PARTE 2
PARTE 3
PARTE 4
PARTE 5

4 comentários: