Páginas

Minhas Aventuras

"After climbing a great hill, one only finds there are many more hills to climb"
Nelson Mandela

terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Relato Tour de los Andes - Parte 4 - 2ª Etapa

TOUR DE LOS ANDES 2013 - 2ª ETAPA

Camping Suizo - Dos Valles
Sábado, 16/02/2013 - 9h15 - 4°C
42km, 3h, 1.500m+, 1.360m-, avarage heart rate 159 bpm

Largada Dos Valles
Às 7h em ponto estávamos sentadas dentro do "calorzinho" da van aguardando os outros atletas chegarem. 

O combinado era sair às 7h, e foi aí que começamos a constatar que nossos hermanos não são nem tão preocupados em cumprir horário, nem estão incomodados com quem acredita que horário combinado vai (e deve) ser cumprido.

Estávamos tanto assustadas com o descuidados dos amigos quanto preocupadas com a hora da largada que era às 8h (assim achávamos).


Depois de um "chamado" da Dri - que entrou no hotel deles para dar um ultimato (eles ainda estavam se vestindo e iam tomar café da manhã) - ficamos sabendo que a largada tinha mudado pras 9h.

Esperamos mais um pouco e partimos todos juntos e felizes para o Camping Suizo, próximo ao lago Gutierrez. Pertinho.

O clima lá era, bom, primeiro de muito frio e vento ameaçando chuva (4ºC), e segundo de uma comunidade de bikers que curte o que faz, não se importa em passar um perrengue e está pronta pro que der e vier! O pessoal vai pra essa prova em turma, leva a família, é um ambiente gostoso. Muito provavelmente eu era a Caçulinha por lá também.

Pegamos nossas bikes no bike park, estavam limpinhas com a chuva que despencou a noite toda. Só precisou de um óleo na corrente.

Nos acolhemos em um ponto de ônibus abrigado próximo ao pórtico com outras equipes, pessoal muito simpático e calorento! Sem pernito, manguito.. tá louco... Ficamos lá, pedindo pro sol dar as caras, esperando...

Como o dia era de trepada (uhuuu) optamos por largar sem corta vento, e caso houvesse necessidade, pararíamos para vestir antes da descida.

O percurso do dia nos levaria ao topo da mesma montanha por 3 caminhos/lados diferentes e depois por 3 descidas animalescas maravilhosas insanas com vistas do tipo quero descer pra sempre muito legais.

Alinhamos na frente e começamos a 2a etapa do Tour de los Andes. Como vai ser hoje? Veremos... (literalmente, não sabíamos ao certo quanto subia, a kilometragem da etapa, pra onde iríamos... rsrs o percurso mudou e como não estávamos no briefing na noite anterior, não sei se foi ou não em cima da hora que ocorreu essa mudança - e quando achávamos que tínhamos a informação correta, na largada um moço nos confirmou que estávamos erradas - mas não deu tempo de saber o que era certo! Péeee, largou!).


O início da serra testou nosso equilíbrio num single em subida estreito. Com concentração, confiança e alguns "chega pra lá", consegui manter a linha atrás da Dri.

Já me sentia uma pessoa muito melhor do que a do dia anterior (por inteiro, não to falando só de força, maturidade ou concentração, não.. to falando de tudo junto mesmo). Uau...

Ainda estávamos aquecendo no ínicio de prova, só no começo da serra quando a atleta elite solo nos passou, dando um comprimeito "amigavel". Foi uma questão de tempo e inclinação para, em nosso ritmo, passarmos ela e nunca mais vê-la. Subida é a nossa praia :-)
[e essa história de trepadoras num sai da minha cabeça kkkkk]

Como tudo que sobe desce, cada "trepada" era compensada com um donwhill emocionante, um mais sensacional que o outro. Num deles tivemos a oportunidade de descer numa pista de downhill, com drops, bumps (e chicken ways rs).

Esse downhill me rendeu a primeira bronca do dia. Eu sabia que a Dri estava se divertindo atrás de mim, mas sabia que ela estava quase dormindo com a minha velocidade tb! Quando acabou e começamos a subir novamente - a terceira e última subidona da etapa -  comentei que estava me sentindo com culpa e mal de ter ido na frente dela, de a ter privado do deleite de voar morro abaixo. O recado dela foi simples, direto e claro: sentimento proibido, somos uma dupla! Ooooops... ain. Uau...


A ultima descida foi pelo mesmo lugar da 1ª subida, uma estrada cheia de cotovelos, era a hora de botar em prática a técnica de fazer curva direito. Nota 10! Congelamos mas estava no fim.

A chegada a Dos Valles foi por um bosque lindo, de filme! Era uma plantação de árvores de natal! Tentei compartilhar esse pensamento com a Dri, mas minhas bochechas não mechiam e ela não conseguiu entender nada.

E com 3h de prova, felizes e satisfeitas, cruzamos a linha de chegada! A Caçulete tá virando mocinha, disse a teacher! Que orgulho :-)

Fomos as primeiras mulheres a cruzar a linha de chegada! :-)


Sem pensar duas vezes corremos pra dentro da van para colocar uma roupa seca antes de atacar a macarronada de almoço com aquela carne deliciosa na tenda da organização. yumi...



Nenhum comentário:

Postar um comentário