Páginas

Minhas Aventuras

"After climbing a great hill, one only finds there are many more hills to climb"
Nelson Mandela

domingo, 28 de julho de 2013

A realidade vem de dentro pra fora

O poder do pensamento é muito maior do que você imagina.

É difícil perceber no dia a dia, mas pensamento positivo e alegria são turbinas de bons acontecimentos em nossas vidas. E a recíproca é verdadeira: pensamentos negativos só trazem coisas ruins.

Sabe quando você encontra um novo amor e está super apaixonada, mas, de repente começa a chover homem interessado em você, te chamando para sair e tal? Ou sabe quando algo muito incrível acontece no trabalho e isso gera várias outras coisas boas? Tanto a paixão quanto o bons resultados no trabalho são coisas que automaticamente nos deixam bem, com pensando positivo e com a sensação de que "finalmente coisas boas estão acontecendo". Instantaneamente vinculamos isso a uma força maior, algo externo, divino, mas a verdade é que toda essa boa energia está dentro de nós mesmos.

O oposto disso seria, por exemplo, aquele dia que acordamos mais cansadas e de cara ficamos mau humoradas por ter que ir trabalhar. Aí chamamos o elevador e ele demora pra chegar, na hora de tirar o carro da garagem, o vizinho está estacionado atrás. No trânsito levamos uma fechada de alguém. Na porta do escritório, damos uma super tropeçada no degrau, caindo de cara no chão e ainda tendo que ouvir a zoação do porteiro. Pronto! Essas coisas dão vasão aos típicos pensamentos de "hoje não é meu dia!" ou "só tem coisa ruim acontecendo comigo hoje!".

Somos muito suscetíveis a dar trela para energia negativa, gerando um monte de "lixo" na cabeça e, com isso, série de chateações. Na hora também responsabilizamos tudo a algo exterior. Nos perguntamos "Por que você está fazendo isso comigo, meu querido Universo?" - enquanto na verdade deveríamos nos perguntar "Meu Eu querido, minha linda alma e amada, por que raios estamos pensando em tanta coisas ruins? Vamos parar com isso e mudar o mau humor para um bom humor?". Cortar esse ciclo negativo só depende de nós mesmos, de acertar o pensamento e colocar a cabeça no eixo que permite ver coisas boas.

Enfim... No mountain bike, essa história de focar no negativo acontece bastante quando sofremos uma queda. É simples de entender: Quem nunca levou um tombo de bike e depois ficou com tanto medo de cair de novo, que levou outro? A gente fica tão preocupado, que na primeira oportunidade que tiver, damos de cara com o chão.

Coincidentemente, li esses dias uma notícia sobre um atleta competindo no Tour de France que passou por isso. Ele foi fazer o reconhecimento do percurso e caiu em uma curva. Na hora do "vamos ver", quando a prova estava valendo, adivinha o que aconteceu? Ele caiu novamente!!! E olha, esses atletas tem acompanhamento de terapeutas e técnicos, são experientes e sabem o que estão fazendo, mas mesmo assim ele foi pro chão de novo. Treinar o corpo para competir é só uma parte do trabalho. Treinar a cabeça é a outra metade. Não é fácil lidar com alguns sentimentos, principalmente com o medo e o receio. Eles são os principais inimigos da motivação, da força positiva. É duro dominá-los. Talvez esse atleta que caiu, achava que estava bem, com tudo sob controle, mas na hora do risco, em vez de pensar positivo "vou conseguir fazer essa curva", ele pensou "não posso cair de novo". E essa negativa foi suficiente para acabar com tudo. Ele foi pro chão, quebrou uma clavícula e teve que abandonar a competição. Que prejuízo!!!

Mas, não ache que só na bike é importante controlar o que pensamos. Precisamos tirar o lixo das nossas mentes diariamente, deixar apenas o que importa, o que é bom, o que realmente é necessário. Lixo mental tira nossa concentração, gera prejuízos emocionais, desgasta relacionamentos, anula curtição e alegria... Isso é sério! Talvez mais sério do que quebrar a clavícula, pois é muito mais fácil tratar da recuperação física do que da emocional.
Então nunca se esqueça: A realidade do que vivemos vem de dentro pra fora! É a sua energia interna, e não externa que de fato pesa em suas realizações. Se as coisas andam amarradas,  pare de olhar pra fora e pedir ajuda, promessa e reza. Feche os olhos para poder ver o que precisa ser ajustado lá dentro, qual alegria que está precisando de atenção. Não dê bola para os quilinhos a mais, nem para o medo de cair ou para o diabinho falando coisas ruins na sua orelha. Isso é lixo! Desfaça os nós que  bloqueiam seu acesso à felicidade de cada momento e permita-se focar na capacidade de superar, de realizar coisas boas, de amar e ser amada. Foco no positivo, sempre.

"Com o nosso pensamento, fazemos o mundo".

Pense sobre isso :-)


Nenhum comentário:

Postar um comentário