Páginas

Minhas Aventuras

"After climbing a great hill, one only finds there are many more hills to climb"
Nelson Mandela

segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

Yes we can!

Ontem fui fazer um pedal divertido na Mata da Camara, em Sao Roque.
Uma trilha de aproximadamente 4 quilômetros e muito técnica. "Foi la que eu comecei a aprender técnica", diz Erick Azzi (um dos maiores especialistas em bicicleta do Brasil, atleta e bike fitter). 
Erick ia la quase todo final de semana com a turma mais batuta de MTB que existe (na minha opinião hehe são meus amigos..) - entre eles, o Danny Aliperti.

Quando vou la, imagino os meninos andando a milhão em bikes aro 26", de alumínio, capacete "coquinho", com infinitamente menos recursos do que temos hoje em dia. E numa época que eu - e a maioria das meninas que pedalam hoje em dia no Brasil - nem sabia o que era mountain bike. 
Minhas voltas ainda são devagares. Na minha primeira vez la, tinha como objetivo conseguir fazer uma volta sem cair. Hoje ja tenho como objetivo conseguir fazer uma volta clean, zerando tudo de primeira. Aprendi que a melhor forma de conseguir isso 'e nao tendo a própria pretencao. Let it roll...

Por mais que eu tente manter minha mente focada na trilha onde devo ir, essas voltas "despretenciosas" pela Mata da Camara me fazem dar mil voltas pelo mundinho da minha própria cabeça. Penso nos meninos andando ali (como se eu fosse uma câmera voadora acompanhando eles por cima), penso no jeito que eu gostaria de ter feito aquela curva sem tocar nos freios, tento entender porque que isso e tao legal, e paralelo a isso tudo, tento incorporar o jeito "moleque" de ser dos meninos para mim. Para poder nao me cobrar, rir de um tombo, e simplesmente xingar um obstáculo caso ele signifique muito pra mim naquele dia " Ah tronco, vai SF, num era pra vc estar ai P***A"...

E quando me vejo pensando tanta coisa percebo também o quanto evolui... antes eu num tinha essa de introspecção durante uma pedalada na trilha... era c* na mao full time, rezando pra nao dar m... (caramba, que boca suja hoje..).

Ai penso em quem esta começando, o desafio que 'e o inicio na bike. E digo: A Bike muda o jeito de enxergarmos barreiras... a pratica faz descobrir a possibilidade de superação, de ve-las como obstáculos a serem enfrentados e vencidos. E ca entre nos, mulheres, nada melhor do que passar por cima de um obstáculo com domínio e controle e deixá-lo pra trás. Não e? 

YES WE CAN :)

Nenhum comentário:

Postar um comentário