Páginas

Minhas Aventuras

"After climbing a great hill, one only finds there are many more hills to climb"
Nelson Mandela

sexta-feira, 23 de maio de 2014

"Life Is Not All Downhill... So... Make Things Happen"

Esse é o slogan da ultramaratona Nedbank sani2c: A vida não é feita apenas de descidas... então... faça as coisas acontecerem.

Nem eu nem a Dri entendemos o significado desse slogan no começo.

Na verdade, a ficha só caiu pra mim enquanto escovava os dentes no aeroporto de Durban, esperando o vôo para Joanesburgo, na volta ao Brasil. Eu estava vestindo a camiseta da prova, e olhando seus dizeres "Life Is Not All Downhill... So... Make Things Happen" através do espelho.

Foi quando deu o clique, e passou um filme pela minha cabeça - me apressei para compartilhar os pensamentos com a Dri que esperava lá fora.

Lembrei de todas as vezes que passamos por uma plaquinha com essa frase "Life is not all downhill" durante o percurso de 3 dias; lembrei das pessoas locais que, alegremente, torciam e sorriam à nossa passagem; lembrei das criancinhas que, com certa timidez, olhavam pra mim e falavam "PUSH, PUSH" nas subidas; lembrei dos discursos do Farmer Glen - idealizador e diretor da prova - sempre reforçando que o evento acontece pelo envolvimento da comunidade local, pelo trabalho de cada povoado para manutenção das trilhas, e que todo dinheiro é re-investido na tão necessitada região rural de sani até a costa leste (predominância de fazendas de cana e gado). E, com isso, a Nedbank sani2c consegue inserir mais de 1,5m BRL por ano entre Underberg e Scottbourgh, na Africa do Sul.

O cenário dassa região de fazendas é o seguinte: o "êxodo" de fazendeiros para as capitais está fazendo com que menos pessoas sejam donas de maiores terras. Logo, com menos pessoas morando nas fazendas, as comunidades locais ganham menor importância para o governo, menos subsidio para escolas, cultura, tecnologia e etc.

O que o fazendeiro Glen e sua família estão fazendo, através de uma ultramaratona de mountain bike, é "fazer as coisas acontecerem", pois a vida não "é feita apenas de descidas", trabalhando na sustentabilidade da região como um todo. As coisas não são fáceis e precisamos arregaçar as mangas e deixar pingar o suor para fazer as coisas acontecerem.

Mas peraí, deixa eu explicar melhor. A Nedbank sani2c não é só uma ultramaratona, ela é a MAIOR DE TODAS, do mundo! Pois recebe 4.500 atletas por ano nas três categorias (Trail, Adventure e Race - depois explicarei com mais detalhes).

Tem experiência mais completa e especial que a bicicleta poderia trazer a mim? NÃO! A sensação de realização e êxtase toma conta de mim quando penso na Nedbank sani2c.

O que faz a Nedbank sani2c uma experiência tão completa:

1) O melhor do mountain bike no quesito de percurso e trilhas - 100% pedalável. O que dita o nível técnico é a velocidade que o atleta quer ir.

2) O evento é familiar e busca simplicidade, ao mesmo tempo oferece uma organização impecável, na qual tudo funciona.

3) O lugar é especial, com paisagens de tirar o fôlego, diferente de tudo que já vimos (é exatamente o que buscamos quando saímos do Brasil para uma prova na Africa do Sul).

4) Evento 100% economicamente sustentável: é a comunidade de cada local que trabalha na vila da prova, na manutenção e marcação do percurso, nas "mesas de água" (como eles chamam os pontos de apoio) e tudo mais. Essas pessoas recebem salário por esses trabalhos, além de terem todo "material" subsidiado (não tem nenhum custo para trabalhar ali) - o evento é um grande "fund raiser" (arrecada fundos).

5) Todo esforço do evento está focado nele mesmo, e não na sua divulgação para fora. É a experiência do atleta e dos colaboradores que importa. Tanto é que pouco ouvimos falar da dela por aqui.

Sinceramente... me apaixonei pela família Haw. A filha mais velha do Glen é quem está cuidando da sani2C. A esposa Mandy também está envolvida. Ele continua cuidando da fazenda dele e dando um jeito de participar de tudo. A filha mais nova tem 18 anos e está competindo na World Cup de XC (a escola dela é vizinha do parque de Pietmaritzburg...). O filho do meio está na faculdade e cuida das redes sociais do evento.

Ah, e antes que eu me esqueça, a sani2c nasceu de uma aventura entre amigos quando Glen resolveu ir de bike da sua fazenda - onde mora - na região de Sani, até sua casa de praia, em Scottbourgh. Imagina se as coisas não devem ser agitadas na casa deles!

Hoje paro por aqui, mas depois postarei mais coisas sobre como foi a prova!

Adriana Nascimento, eu, Farmer Glen e Mario Roma (Brasil Ride)
Agradeço à Caçula de Pneus pelo patrocínio, pelo super apoio da Pedal Urbano Bike Shop e da Mr. Tuff (Honey Stinger, NUUN e Optimun Nutrition).

Um comentário: