Páginas

Minhas Aventuras

"After climbing a great hill, one only finds there are many more hills to climb"
Nelson Mandela

terça-feira, 25 de julho de 2017

Vivi garante o pódio no Brasileiro de MTB Cross Country Olímpico, no Espírito Santo

Ciclista paulistana repetiu seu melhor resultado na competição nacional, com o quarto lugar - mesma colocação de 2015 - entre as melhores atletas do Brasil na modalidade 
Vivi no Brasileiro de XCO (Foto: Thiago Lemos/CBC)
A ciclista Viviane Favery garantiu neste domingo (23) um lugar no pódio do Campeonato Brasileiro de MTB XCO, competição realizada em Domingos Martins (ES). A paulistana de 31 anos, radicada na cidade de Mogi das Cruzes (SP), completou a edição de 2017 da competição nacional em quarto lugar, enquanto a goiana Raiza Goulão foi a campeã. Completaram o pódio ainda a vice-campeã, Letícia Cândido, Erika Gramiscelli, em terceiro, e Sofia Subtil, fechando o top 5.

"A prova foi super legal e para mim meu resultado foi ótimo. Na primeira volta eu estava em terceiro lugar, porém não consegui manter um ritmo forte na descida. As meninas levaram vantagem neste trecho e acabei administrando a quarta colocação até o fim. Não foi fácil me manter nesta posição, com algumas atletas próximas a mim, então tive que batalhar intensamente até o fim", destaca Viviane Favery.

"Fato é que estou muito feliz e bem contente, depois de um bom período nas últimas semanas em que estive doente, o que me impediu de fazer treinos específicos para a disputa em Domingos Martins. Fico mais empolgada pelo o que vem pela frente, com foco no Brasileiro de Maratona MTB (XCM), em agosto, e para as provas de XCO em meu calendário na sequência", conta Vivi, ciclista da equipe alemã ROSE Vaujany fueled by ultraSPORTS.

Após a competição nacional no Espírito Santo, o foco de Viviane passa a ser o Campeonato Brasileiro de Maratona MTB, marcado para o dia 27 de agosto, em Vitória da Conquista (BA). Vivi tenta reconquistar a camisa de campeã nacional, após ter vencido a edição de 2015 do evento, em Picos (PI), ano em que se profissionalizou no esporte e ganhou projeção nacional e internacional no esporte.

Disputa masculina - Enquanto Raiza Goulão venceu seu terceiro título brasileiro de XCO, entre os homens a disputa teve um novo campeão brasileiro. Trata-se do paulistano Luiz Cocuzzi, que superou outros três concorrentes na volta final, para garantir o seu lugar no topo do pódio. Enquanto o vice-campeonato ficou com Henrique Avancini, o top 5 foi completado por Sherman Trezza, Daniel Grossi e Guilherme Muller.

Os equipamentos - Viviane Favery competiu no Campeonato Brasileiro de MTB XCO, em Domingos Martins, com sua Psycho Path da Rose Bikes, uma bike hard tail (rígida) aro 27,5. A bicicleta é equipada com suspensão DT Swiss e relação SRAM de 12 velocidades, além de ter pneus da Continental. Para conhecer mais sobre a bike, de origem alemã, acesse: www.rosebikes.com.

Mais informações sobre o ciclista Viviane Favery:
Site: http://www.vivifavery.com.br/
Facebook: https://www.facebook.com/viviaventuraas
Instagram: www.instagram.com/vivianefavery
Twitter: https://twitter.com/vivianefavery
YouTube: https://www.youtube.com/user/vivianefavery

quinta-feira, 20 de julho de 2017

Viviane Favery disputa o Brasileiro de Cross Country Olímpico (XCO) no Espírito Santo

Ciclista radicada em Mogi das Cruzes (SP), Vivi compete neste domingo (23) a edição de 2017 do torneio nacional, no município de Domingos Martins
Vivi em prova na Europa

A ciclista Viviane Favery tem neste fim de semana um importante desafio na atual temporada. A paulistana radicada em Mogi das Cruzes disputará em Domingos Martins, no Espirito Santo, o Campeonato Brasileiro de Mountain Bike XCO 2017. Esta será a terceira vez que Vivi disputa a competição, após ter se profissionalizado no esporte em 2015, ano em que garantiu destaque no MTB nacional, com os títulos do Brasileiro de Maratona MTB e da ultramaratona Brasil Ride.

"Este será meu terceiro ano competindo o Campeonato Brasileiro de Mountain Bike XCO. Em 2015, tive um resultado surpreendente, ficando em quarto lugar, sem ter experiência em XCO. Já no ano passado, na minha equipe ROSE Vaujany fueled by ultraSPORTS, disputei a competição após competir etapas da Copa do Mundo de XCO e Pan-Americano da modalidade. A expectativa era grande e fiquei muito nervosa e ansiosa, acabei com um desempenho abaixo do que eu queria, fora do pódio", relembra Viviane Favery.

"Neste ano, a princípio eu iria me preparar para a prova, porém, no começo de julho fiquei muito doente e tive que tirar o pé naqueles 15 dias que teria focada apenas na preparação para o Brasileiro de XCO. Estou indo sem expectativas de resultado, simplesmente para aproveitar a oportunidade de pedalar ao lado das principais mountain bikers do País, o que é um grande privilégio. Meu foco mesmo é o Brasileiro de Maratona MTB, logo em seguida, apesar de eu ter me especializado mais no XCO nos últimos três anos. Já fui campeã em 2015 de Maratona e quero ter a camisa de volta, porque é algo bem especial e uma honra muito grande", complementa Vivi.

Vivi chegou ao Espírito Santo nesta quarta-feira (19) e já teve a oportunidade de treinar no circuito em Domingos Martins. A pista capixaba foi montada com percurso de 4,4 quilômetros e irá contar com dois pontos de apoio mecânico e hidratação. A Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC), organizadora do evento ao lado da Federação Espirito Santense de Ciclismo (FESC), espera reunir cerca de 300 atletas, distribuídos em 19 categorias oficiais.

 "O circuito tem obstáculos técnicos, além de trechos fechados e bem úmidos. Dei uma volta lá e achei legal que a pista é no centro da cidade, ou seja, vai ter bastante público. É basicamente uma subida bem grande técnica, com algumas variações de inclinação, e depois começa a descer e a descida tem subidas que exigem potência. Haverá trocas de marcha, curvas e a necessidade de fluidez. A previsão é de chuva. Se molhar, aí muda bastante", conta a ciclista.

"Fiz um set-up prévio na minha bike, com um pneu dianteiro com um pouco mais de aderência e vou de hard tail (bicicleta rígida), a minha Psycho Path da Rose Bikes. Bike super arisca e rápida. Me encaixei bem nela, com suspensão DT Swiss e relação SRAM de 12 velocidades. Estou mais animada ainda porque vou passar a semana com duas amigas, Raiza Goulão e Roberta Stopa. Concorrentes na pista, mas com amizade total fora", finaliza Vivi.

Mais informações sobre o ciclista Viviane Favery:
Site: http://www.vivifavery.com.br/
Facebook: https://www.facebook.com/viviaventuraas
Instagram: www.instagram.com/vivianefavery
Twitter: https://twitter.com/vivianefavery
YouTube: https://www.youtube.com/user/vivianefavery

Assessoria de Imprensa:
Gustavo Coelho
E-mail: gustavo.cbcoelho2@gmail.com
Celular: 11 9.9178-4055